.sobre o tasco

.Novembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.pesquisar

 

.ultimas tretas

. Amor Emigrante

.tretas arquivadas

. Novembro 2015

. Julho 2011

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds

Quarta-feira, 29 de Abril de 2009

Amor Emigrante

 

 

 

Passou há pouco tempo numa rádio Portuguesa, num daqueles programas de discos pedidos, um pedido no mínimo muito curioso…

Uma senhora, com todo o seu “amor” pediu para dedicar uma música ao seu marido que se encontra emigrado.

Até aqui tudo bem … o pior é a música que é dita senhora dedicou ao excelentíssimo cornudo marido. Esta reza assim:

 

“Tou fazendo amor, com outra pessoa,

Mas meu coração vai ser p’rá sempre teu!

Porque o corpo faz, a alma perdoa...

Quanta solidão!... quase me enlouqueceu!”

 

Se isto é amor…eu dispenso…!!!

Fiquem bem

 

 

 

servido por sigacafe às 01:45

link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito

.Cervejas aconselháveis