.sobre o tasco

.Novembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.pesquisar

 

.ultimas tretas

. Insucesso ou Conclusão do...

.tretas arquivadas

. Novembro 2015

. Julho 2011

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds

Sábado, 26 de Janeiro de 2008

Insucesso ou Conclusão do secundário

 

Este foi um dos temas mais falados em 2007 por toda a contestação de horário e de professores, e que devido a um trabalho de uma das minhas disciplinas, do meu curso ela me pediu para falar sobre a conclusão do secundário, e que por acaso deu-me gosto em escrever sobre isso.

Espero que gostem deste texto porque fala de coisas que ainda hoje se fala e que é necessário reformular o ensino em Portugal.

Aqui deixo-vos o texto:

 

Nos tempos que decorrem, é cada vez mais importante a conclusão do ensino secundário, não só em termos sociais mas também para uma melhor qualificação Professional.

            É necessário os jovens terem maior formação, pois o mercado é muito competitivo, e com o desenvolvimento de novas tecnologias, irá abrir novas empresas especializadas, requerendo pessoal qualificado para o trabalho.

            Sendo Portugal, um dos países com maior taxa de insucesso escolar, têm-se criado medidas de forma a abranger todo o tipo de jovens, desde deficientes a jovens que percam o interesse pela escola.

            Uma das medidas de combate ao insucesso escolar foi a criação dos cursos CEF (Curso de Educação e Formação) que permite aos jovens que tem maiores dificuldades de aprendizagem a especializarem-se numa determinada área Professional, e de certa forma a combater o insucesso escolar de alguns jovens que já tiveram um aproveitamento até ao 11ºano mas que faltam algumas disciplinas de 12ºano (que é o meu caso).

            O curso que eu frequento tem a duração de um ano e que se no final correr tudo bem, terei o 12ºano a nível europeu e sem fazer exames nacionais e um certificado de habilitações como técnico de análises laboratoriais.

            Na grande parte da U.E os requisitos mínimos de escolaridade é o secundário. Uma percentagem significativa é licenciado e que apesar de puderem estar ou não empregados, já atingiram dois dos muitos objectivos: acabaram o seu secundário e depois a universidade.

            O Governo deverá continuar a investir na educação e formação de jovens profissionais, pois apesar de eles terem uma grande parte da culpa do insucesso, mas nós alunos também deveríamos pensar em maneiras de aproveitar o estudo e vocacionarmo-nos para a área na qual temos maior vocação.

 

música: N.E.R.D - She wants to move
servido por sigacafe às 00:07

link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito

.Cervejas aconselháveis